Menu fechado

Categoria: MySQL

MySQL & NoSQL – Memcached Plugin

Muita gente já deve ter ouvido falar nos bancos de dados NoSQL e uma das ferramentas NoSQL muito utilizada é o memcached, no qual adicionamos uma camada de cache entre a aplicação e o banco de dados. Desde a versão 5.6 do MySQL, foi disponibilizado um plugin de integração entre o MySQL e o Memcached. Neste artigo publicado no iMasters eu mostro como instalar e configurar esta integração. Gostou ? Ajude e Compartilhe!

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

MySQL Fabric – Parte 1 Instalação

MySQL Fabric é uma ferramenta que está inclusa no MySQL Utilities que ajuda a gerenciar servidores MySQL. Ele funciona basicamente adicionando uma nova camada entre a aplicação e os servidores MySQL, que auxilia no processo de sharding e alta disponibilidade. Para instalar nosso ambiente com MySQL Fabric, vamos precisar de 4 servidores, eu utilizei os seguintes nomes e IPs: fabric1 (192.168.0.200) – fabric mysql1 (192.168.0.201) – mysql master mysql2 (192.168.0.202) – mysql slave mysql3 (192.168.0.203) – mysql slave Obs.: Estou rodando CentOS 6.5 em todos os servidores. 1. Adicione o repositório mysql nos 4 servidores, leia Instalar a versão mais recente do MySQL via yum para mais informações: rpm -i http://dev.mysql.com/get/mysql-community-release-el6-5.noarch.rpm yum update 2. Instale os pacotes mysql mysql-server mysql-utilities: yum install mysql mysql-server mysql-utilities chkconfig mysqld on /etc/init.d/mysqld start . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

MySQL Sandbox

Hoje vamos falar sobre uma excelente ferramenta que todo DBA MySQL precisa ter em mãos, estou falando do MySQL Sandbox. MySQL Sandbox é desenvolvido por Giuseppe Maxia (The Data Charmer), esta ferramenta auxilia na instalação de servidores para testes. Se você precisa testar algum bug, algum caso especifico relacionado a replicação(suporta master/slave e master/master) esta é a ferramenta que tens que conhecer. INSTALAÇÃO: Vá até http://mysqlsandbox.net/ e baixe a versao mais atual (Pode ser via launchpad): yum install perl perl-ExtUtils-MakeMaker perl-Test-Simple wget https://launchpad.net/mysql-sandbox/mysql-sandbox-3/mysql-sandbox-3/+download/MySQL-Sandbox-3.0.44.tar.gz tar -zxvf MySQL-Sandbox-3.0.44.tar.gz cd MySQL-Sandbox-3.0.44 perl Makefile.PL make make test make install CRIANDO UMA INSTÂNCIA: Para criar uma única instância, tudo o que precisamos é o pacote (tar.gz .rpm .deb) da versão do MySQL que desejamos instalar e o comando make_sandbox: [root@localhost ~]# make_sandbox mysql-5.6.17-linux-glibc2.5-i686.tar.gz unpacking /root/mysql-5.6.17-linux-glibc2.5-i686.tar.gz Executing . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

Esquentando o InnoDB Buffer Pool

Uma das mais importantes configurações para quem usa InnoDB é o innodb_buffer_pool_size, ele basicamente armazena dados e índices em memória, quando o MySQL recebe uma query e as paginas que contem o resultado da pesquisa/índice estao armazenadas no buffer, o MySQL não precisar ler essas informações do disco, o que é muito mais rápido (velocidade da memória vs velocidade do disco) . Como estas informações estão armazenadas na memória, cada vez que o MySQL é re-iniciado, o buffer é apagado, e para “esquentar” o buffer normalmente leva-se algum tempo. Para agilizar este processo, vamos utilizar 2 variáveis para salvar e restaurar as referencias das paginas que estão armazenadas no buffer, esta é uma nova funcionalidade adicionada no MySQL 5.6 (essa opção já pode ser encontrada em algumas versões anteriores do . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

Instalar a versão mais recente do MySQL via yum

Normalmente quando instalamos o MySQL via yum, a versão que vem por padrão nos repositórios do SO são versões antigas(por antigas, leia, não a ultima versão disponível em mysql.com/downloads). Para ter a ultima versão instalada, sempre temos que ir em mysql.com/downloads, baixar e instalar os pacotes manualmente, certo? Errado, MySQL lançou recentemente seu Repositório YUM. Basicamente, este repositório lhe permite instalar as ultimas versões GA(General Available) do MySQL Community Server, Workbench e Connector/ODBC. COMO INSTALAR ? Temos 2 opções para adicionar este repositório: 1. Usando os pacotes RPM Baixe o .rpm para a sua versão de SO em dev.mysql.com/downloads/repo/ e instale: wget http://dev.mysql.com/get/mysql-community-release-el6-3.noarch.rpm/from/http://repo.mysql.com/ sudo yum localinstall -y mysql-community-release-el6-3.noarch.rpm 2. Adicionando um arquivo manualmente na pasta /etc/yum.repos.d/ Adicione o conteúdo abaixo em um arquivo chamado mysql-community.repo: [mysql-community] name=MySQL Community Server baseurl=URL . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

MySQL Multi Source Replication

Na semana passada, durante o evento MySQL Connect, foi lançada a versão de testes do MySQL 5.7 (MySQL 5.7.2 DRM), dentre as novas funcionalidades, uma que chamou bastante a minha atenção foi a replicação de múltiplos masters (multi source replication). Atualmente o MySQL não possui uma funcionalidade oficialmente (build-in) , pode se conseguir esse resultado com alguns hacks, como, a cada x segundos executar um change master to no slave para ficar trocando de master, mas como o nome diz, isso é um “hack”. Veja como configurar aqui Não confundam muti source replication com multi master, veja as figura abaixo para entender a diferença: Multi Master Replication – Na figura acima, temos 2 master’s e 1 slave, onde que o master 1 é master do master 2, master 2 é . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

Replicação em MySQL com SSL

Hoje vamos dar continuidade a replicação, você pode ler o primeiro post sobre este tema aqui Primeiramente vamos criar os certificados SSL: Certificado CA: openssl genrsa 2048 > ca-key.pem openssl req -new -x509 -nodes -days 1000 -key ca-key.pem > ca-cert.pem Certificado do servidor openssl req -newkey rsa:2048 -days 1000 -nodes -keyout server-key.pem > server-req.pem openssl x509 -req -in server-req.pem -days 1000 -CA ca-cert.pem -CAkey ca-key.pem -set_serial 01 > server-cert.pem Certificado do Cliente openssl req -newkey rsa:2048 -days 1000 -nodes -keyout client-key.pem > client-req.pem openssl x509 -req -in client-req.pem -days 1000 -CA ca-cert.pem -CAkey ca-key.pem -set_serial 01 > client-cert.pem copy ca-cert.pem, client-req.pem, client-cert.pem to slave server Vamos ajustar o arquivo de configuração do MySQL: ssl ssl-ca=/etc/mysql/sslcerts/ca-cert.pem ssl-cert=/etc/mysql/sslcerts/server-cert.pem ssl-key=/etc/mysql/sslcerts/server-key.pem Não esqueça de reiniciar o serviço do MySQL, vamos verificar se esta tudo . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

Formatar data no MySQL usando date format

Fala galera, hoje vamos falar sobre como formatar datas no MySQL. Para este tutorial, estou usando o mysql server 5.5 Basicamente o que você precisa saber e utilizar a função DATE_FORMAT do mysql vamos criar uma tabela e popular ela com algumas datas: CREATE TABLE IF NOT EXISTS `dates` ( `id` int(11) unsigned NOT NULL AUTO_INCREMENT, `date` timestamp NOT NULL DEFAULT CURRENT_TIMESTAMP ON UPDATE CURRENT_TIMESTAMP, PRIMARY KEY (`id`) ) ENGINE=InnoDB DEFAULT CHARSET=latin1 AUTO_INCREMENT=4 ; INSERT INTO `dates` (`id`, `date`) VALUES (1, '2012-10-17 13:39:55'), (2, '2012-10-09 09:23:11'), (3, '2012-08-24 16:47:07'); Beleza? então agora vamos restaurar esse valores e exibi-los de forma correta: SELECT id, DATE_FORMAT( `date` , '%d/%c/%Y %H:%i:%s' ) AS `date` FROM `dates` Fácil NE? lembrando que o formato da data sempre sera %LETRA onde letra corresponde ao campo que . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

Trocando a senha do usuario no MySQL

Hoje vamos falar sobre como alterar a senha de usuários no MySQL Utilizaremos 2 métodos, 1 – mysqladmin, 2 – linguagem SQL Este é um video com o passo a passo utilizado neste post: 1. mysqladmin: A sintaxe do comando e simples: mysqladmin -u USER -p password NEWPASSWORD vamos então alterar o password do usuário ‘marcelo’ para ‘123’ mysqladmin -u marcelo -p password '123' existem 3 inconvenientes de utilizar este comando para alterar o usuário: . você poderá somente alterar seu próprio usuário . você precisa de SUPER PRIVILEGIOS para executar este comando . caso você compartilhe a conta de usuário com outros users, você logara este comando no histórico, para isso podemos editar o ~/.bash_history e deletar as linhas onde o password e exibido. 2. Linguagem SQL (minha preferida): . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!