Menu fechado

Categoria: instalação

MySQL 5.7 senha root gerada automaticamente

Fala pessoal. Vocês devem ter notado algo diferente quando instalaram o MySQL 5.7 do zero, seja via yum ou pelos binários que o MySQL disponibiliza. O password do usuário root é gerado automaticamente. Ok, e aonde eu posso encontra-lo ? Centos cat /var/log/mysqld.log | grep “A temporary password is generated for” | awk ‘{print $NF}’ Examplo: [root@master ~]# cat /var/log/mysqld.log | grep “A temporary password is generated for” | awk ‘{print $NF}’ a3BGf#TY.pBj Versão binária Quando você rodou o comando para inicializar o datadir mysqld –initialize você verá a seguinte mensagem na sua tela: . . . 2016-01-13T21:05:03.070322Z 1 [Note] A temporary password is generated for root@localhost: vL8n>Hs%kr>s . . . Você terá que alterar a senha do usuário no primeiro login. Você pode fazer isso seguindo o passo 2 . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

MySQL & NoSQL – Memcached Plugin

Muita gente já deve ter ouvido falar nos bancos de dados NoSQL e uma das ferramentas NoSQL muito utilizada é o memcached, no qual adicionamos uma camada de cache entre a aplicação e o banco de dados. Desde a versão 5.6 do MySQL, foi disponibilizado um plugin de integração entre o MySQL e o Memcached. Neste artigo publicado no iMasters eu mostro como instalar e configurar esta integração. Gostou ? Ajude e Compartilhe!

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

MySQL Fabric – Parte 1 Instalação

MySQL Fabric é uma ferramenta que está inclusa no MySQL Utilities que ajuda a gerenciar servidores MySQL. Ele funciona basicamente adicionando uma nova camada entre a aplicação e os servidores MySQL, que auxilia no processo de sharding e alta disponibilidade. Para instalar nosso ambiente com MySQL Fabric, vamos precisar de 4 servidores, eu utilizei os seguintes nomes e IPs: fabric1 (192.168.0.200) – fabric mysql1 (192.168.0.201) – mysql master mysql2 (192.168.0.202) – mysql slave mysql3 (192.168.0.203) – mysql slave Obs.: Estou rodando CentOS 6.5 em todos os servidores. 1. Adicione o repositório mysql nos 4 servidores, leia Instalar a versão mais recente do MySQL via yum para mais informações: rpm -i http://dev.mysql.com/get/mysql-community-release-el6-5.noarch.rpm yum update 2. Instale os pacotes mysql mysql-server mysql-utilities: yum install mysql mysql-server mysql-utilities chkconfig mysqld on /etc/init.d/mysqld start . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

MySQL Sandbox

Hoje vamos falar sobre uma excelente ferramenta que todo DBA MySQL precisa ter em mãos, estou falando do MySQL Sandbox. MySQL Sandbox é desenvolvido por Giuseppe Maxia (The Data Charmer), esta ferramenta auxilia na instalação de servidores para testes. Se você precisa testar algum bug, algum caso especifico relacionado a replicação(suporta master/slave e master/master) esta é a ferramenta que tens que conhecer. INSTALAÇÃO: Vá até http://mysqlsandbox.net/ e baixe a versao mais atual (Pode ser via launchpad): yum install perl perl-ExtUtils-MakeMaker perl-Test-Simple wget https://launchpad.net/mysql-sandbox/mysql-sandbox-3/mysql-sandbox-3/+download/MySQL-Sandbox-3.0.44.tar.gz tar -zxvf MySQL-Sandbox-3.0.44.tar.gz cd MySQL-Sandbox-3.0.44 perl Makefile.PL make make test make install CRIANDO UMA INSTÂNCIA: Para criar uma única instância, tudo o que precisamos é o pacote (tar.gz .rpm .deb) da versão do MySQL que desejamos instalar e o comando make_sandbox: [root@localhost ~]# make_sandbox mysql-5.6.17-linux-glibc2.5-i686.tar.gz unpacking /root/mysql-5.6.17-linux-glibc2.5-i686.tar.gz Executing . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

Instalar a versão mais recente do MySQL via yum

Normalmente quando instalamos o MySQL via yum, a versão que vem por padrão nos repositórios do SO são versões antigas(por antigas, leia, não a ultima versão disponível em mysql.com/downloads). Para ter a ultima versão instalada, sempre temos que ir em mysql.com/downloads, baixar e instalar os pacotes manualmente, certo? Errado, MySQL lançou recentemente seu Repositório YUM. Basicamente, este repositório lhe permite instalar as ultimas versões GA(General Available) do MySQL Community Server, Workbench e Connector/ODBC. COMO INSTALAR ? Temos 2 opções para adicionar este repositório: 1. Usando os pacotes RPM Baixe o .rpm para a sua versão de SO em dev.mysql.com/downloads/repo/ e instale: wget http://dev.mysql.com/get/mysql-community-release-el6-3.noarch.rpm/from/http://repo.mysql.com/ sudo yum localinstall -y mysql-community-release-el6-3.noarch.rpm 2. Adicionando um arquivo manualmente na pasta /etc/yum.repos.d/ Adicione o conteúdo abaixo em um arquivo chamado mysql-community.repo: [mysql-community] name=MySQL Community Server baseurl=URL . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

Auditando MySQL Com Mcafee Audit Plugin

Auditar o MySQL com as funcionalidades padrão, não é uma tarefa fácil, pode se tentar algumas tecnicas utilizando tcpdump, escrever algum script baseado no general log (log geral), utilizar o MySQL proxy, ou pode se utilizar algum plugin designado a isso (como por exemplo Mcafee MySQL Audit Plugin ou MySQL Enterprise Audit Log Plugin) . Neste poste vou abortar o Mcafee MySQL Audit Plugin (https://github.com/mcafee/mysql-audit), em um proximo post abortarei o MySQL Enterprise Audit Log Plugin. A instalação é simples, requere apenas alguns passos, estou utilizando o MySQL 5.5 32 bits, então vou baixar a versão do plugin 32 bits para MySQL 5.5 em https://github.com/mcafee/mysql-audit/downloads [root@mysql-audit marcelo]# wget https://github.com/downloads/mcafee/mysql-audit/audit-plugin-mysql-5.5-1.0.3-371-linux-i386.zip [root@mysql-audit marcelo]# unzip audit-plugin-mysql-5.5-1.0.3-371-linux-i386.zip Archive: audit-plugin-mysql-5.5-1.0.3-371-linux-i386.zip creating: audit-plugin-mysql-5.5/ creating: audit-plugin-mysql-5.5/lib/ inflating: audit-plugin-mysql-5.5/lib/libaudit_plugin.so inflating: audit-plugin-mysql-5.5/COPYING inflating: audit-plugin-mysql-5.5/THIRDPARTY.txt inflating: audit-plugin-mysql-5.5/README.txt Proximo passo é . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

MySQL 5.6 replicação com GTID – Global Transaction ID

Fala galera, No inicio deste mês, a Oracle lançou a nova versão do MySQL, a versão 5.6, uma das melhorias foi a introdução do GTID (ID de transação Global). GTID é um identificador único que sera adicionado a cada transação executada no servidor, e vai ter grande utilidade para o slave, garantindo que mais de uma thread nao execute a mesma transação e também auxiliar quanto a posição que o slave busca e executa dados do master (previamente tínhamos que setar MASTER_LOG_FILE e MASTER_LOG_POS quando iniciavamos o slave). Vamos intender algumas novas configuracoes que teremos que adicionar no nosso arquivo de configuracao: gtid-mode : vai habilitar GTID, temos que habilitar log-bin e log-slave-updates para esta opcao funcionar enforce-gtid-consistency : vai garantir que somente comandos que podem ser replicados sejam executados . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

Instalando MySQL 5.5 Parte 2 – Multiplas instancias com mysqld_multi

Dando continuidade ao nosso post anterior, hoje vamos subir varias instâncias do MySQL em um mesmo servidor, pratica muito comum hoje em dia, ao invés de criar uma única instância com 100% dos recursos do servidor, se divide a carga de QPS (querys por segundo) entre várias instâncias. O mysqld_multi irá procurar por grupos [mysqldN] dentro do nosso arquivo de configurações my.cnf, onde N é um numero inteiro que será utilizado posteriormente para referenciarmos qual servidor vamos dar START STOP ou visualizar o REPORT Já temos a seguinte estrutura em nosso servidor: |_3306/   |_data/   |_logs/ Vamos criar a estrutura da instância 3307 e ajustar os direitos dela: mkdir 3307 mkdir 3307/data mkdir 3307/logs chown -R mysql:mysql /mysql/3307 Criaremos agora a estrutura padrão do banco pelo script contido na . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

Instalando MySQL 5.5 Parte 1 – Uma unica instancia

Hoje vou ensinar como instalar um servidor MySQL de forma simples. Com apenas uma unica instância, na segunda parte deste artigo, vou ensinar a instalar varias instâncias do MySQL e controla-las através do mysqld_multi. Para este tutorial estou utilizando: VMWare CentOS 5.6 – 64bits 512MB RAM 40GB DISCO Instalação sem interface gráfica, somente linha de comando Dito isso, vamos ao que realmente interessa: Vamos criar a estrutura de diretórios que vamos trabalhar com nossa instalação do MySQL, para este tutorial vou instalar na raiz da partição: cd / mkdir mysql cd mysql Vamos ao site de Downloads do MySQL e baixar da ultima versão Community Server que hoje é a 5.5.11. Utilizaremos a compilação Linux Generic e buscar pelo pacote tar.gz da sua versão de sistema operacional: wget http://mysql.cce.usp.br/Downloads/MySQL-5.5/mysql-5.5.11-linux2.6-x86_64.tar.gz Uma . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!

Recuperar senha root MySQL

Caso você tenha perdido a senha de root do MySQL ou simplesmente não se lembra dela, não se preocupe, segue o passo a passo para você recupera-la: Parar o serviço do MySQL caso ele esteja de pé “/etc/init.d/mysql stop” Subir o servidor “skipando” a camada responsável por verificar os privilégios de usuários /usr/bin/mysqld_safe –skip-grant-tables & , lembrando que quando você subir o servidor com esta opção, ele irá aceitar que qualquer usuário se conecte ao banco de dados MySQL com acesso TOTAL a TODOS os bancos de dados então, para inibir que outras pessoas se conectem ao banco no período em que você estará fazendo a manutenção sugiro que você utilize o seguinte comando para subir o banco de dados /usr/bin/mysqld_safe –skip-grant-tables –skip-networking & ,neste caso, não serão aceitas conexões . . .

Gostou ? Ajude e Compartilhe!